Lucro do Bradesco cai para R$ 16,3 bilhões em 2023

0

JÚLIA MOURA
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) 

O Bradesco anunciou um lucro líquido recorrente de R$ 16,297 bilhões em 2023, nesta quarta-feira (7). O número é 21,2% menor que o registrado em 2022, quando o resultado da companhia também encolheu 21%, para R$ 20,7 bilhões.

O resultado veio abaixo das estimativas do mercado, de R$ 18,09 bilhões, segundo analistas consultados pela Bloomberg.

O ROE (retorno recorrente sobre o patrimônio líquido médio anualizado), que indica a rentabilidade da operação, ficou em 10% ao fim de dezembro, 3 pontos percentuais abaixo do registrado ao fim de 2022 e o pior desde, pelo menos, 2007, ano inicial da série história disponibilizada pelo banco.

A queda no lucro se deve ao aumento de 22,4% com despesas com PDD (provisão para devedores duvidosos) e contração de 4,3% da margem financeira bruta com clientes.

“Mas uma melhora mais expressiva só deve ser vista no segundo semestre, já como resultado do aumento do volume de crédito e da margem”, afirmou Marcelo Noronha, presidente do Bradesco, em comunicado.

A carteira de crédito do Bradesco diminuiu 1,6% para R$ 877 bilhões, puxada pela redução de 3,6% nos empréstimos a pessoas físicas.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A inadimplência do banco segue alta na comparação com os pares, em 5,1%, mas em queda desde o pico de 5,7% registrado no segundo trimestre.

O destaque positivo, mais uma vez, foi a operação de seguros do Bradesco, a mais rentável do grupo, com um ROE de 24,8%, 3,6 pontos percentuais maior que em 2022

No ano passado, o Bradesco Seguros teve um faturamento de R$ 106,6 bilhões (11,8% maior) e lucro líquido de R$ 8,9 bilhões (32,2% maior).

RAIO-X | BRADESCO EM 2023


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Fundação: 1943, em Marília (SP)
Lucro líquido em 2023: R$ 16,3 bilhões
Agências: 2.695
Funcionários: 86,2 mil
Clientes: 71 milhões

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

close